Skip to content. | Skip to navigation

Personal tools

Navigation

O desafio da responsabilidade.

HÁ MAIS DE UMA DÉCADA pesquisadores do Centro Talcott 1 abriram no Brasil uma senda que atualmente oferece milhares de oportunidades de trabalho com potencial criativo e transformador. Algo a princípio impossível de prever, até porque os gestores que aderiram à justiça restaurativa, um dos componentes do trabalho do Centro, queriam-na somente na base de trabalho voluntário. Os pesquisadores, por sua vez, estavam convencidos que procedimentos restaurativos devem ser testados, mostrar vantagens em comparação ao que habitualmente se usa para abordar conflitos, e a partir daí implantados em caráter experimental. Tinham plena consciência que todo procedimento inovador precisa contemplar os níveis de qualificação, competência e ética exigidos pela divisão de trabalho das redes e sistemas em que são aplicados. Rejeitavam, portanto, o “antiprofissionalismo” dos pioneiros da justiça restaurativa no estrangeiro, ainda hoje moeda corrente na maior parte das iniciativas brasileiras.

PDF document icon JR ainda alternativa (1).pdf — PDF document, 150 kB (154389 bytes)

Document Actions